ACIR Rolândia         acirrolandia         (43) 3256-1063         acerolandia@cacinp.org.br
            (43) 3256-1063           Acessar o Webmail

Apesar de ainda negativos no país, índices de emprego no Paraná e Rolândia foram positivos

29/07/2020    |    17h08    |    Economia    |             

Com informações apuradas entre escritórios contábeis da cidade, observa-se que a principal tendência entre empresas da cidade foi a redução no faturamento em torno de 50% a 70% neste período de pandemia. Os relatos são de que os casos de redução de jornada de trabalho e de salário, em acordo com a MP (Medida Provisória) 936, são o principal registro entre as empresas. Em algumas empresas também foram apontadas suspensões de contrato de trabalho, também parte do Programa Emergencial aprovado com a MP.

 

Entre empresas que encerraram a atividade, o principal setor envolvido na cidade foi o de serviços, que contempla turismo, transportes, esporte e cultura, por exemplo. A tendência é a mesma nos números apurados pelo IBGE para índices de emprego e desemprego e divulgados no último Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

 

PARANÁ E ROLÂNDIA COM SALDO POSITIVO

No Paraná, pelo Caged divulgado ontem (28) foi revelado para o mês de junho uma melhora nos índices de fechamento de vagas de trabalho em relação a maio e abril, este o pior mês até aqui. Foram 2.829 vagas positivas, especialmente nos setores da construção civil, indústria de forma geral e agropecuário. Em Rolândia, o reflexo é semelhante, após registrar saldo negativo em abril (-91 vagas) e maio (-108 vagas), em junho o resultado foi positivo em 103 vagas, informa a tabela do Caged que especifica os dados por município.

 

Os setores paranaenses que mais sentiram os efeitos da crise são o comércio, com fechamento de 721 vagas, o de transporte e armazenagem, com menos 663 vagas e serviços de forma geral (desde educação, serviços públicos e sociais e a cultura, esporte e recreação) somando uma perda de 1.049 postos de trabalho.

 

NACIONALMENTE

Na análise nacional, a melhora pode ser registrada pelo índice menos grave de -10.984 vagas. Em maio o fechamento de vagas foi de 350.303 e em abril, 918.286. O resultado foi celebrado pelo secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, em entrevista ao portal UOL. Para ele, o benefício do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e Renda instituído pelo governo federal com a redução de jornada ou a suspensão de contratos de trabalhos foi decisivo para manter um patamar de empregos ao país. É também um sinal de que a economia pode se recuperar rapidamente nos próximos meses, defende o secretário.

 

Nacionalmente, na agropecuária e construção civil foram registrados números positivos. Já na indústria, comércio e serviços os índices foram negativos. A imagem no gráfico acima retrata este comportamento por atividade econômica em nível nacional. É uma reprodução do material divulgado pelo Ministério da Economia. Na região sul, o saldo total foi positivo em 1.699 postos de trabalho. 

 

Comunicação ACIR